Como conciliar uma boa alimentação a uma intensa rotina de estudos?

alimentação e estudos

Será que a alimentação pode ajudar a melhorar seu rendimento nos estudos e sua capacidade de memorização? Com certeza!!!

 

Você já reparou que quando bate aquele cansaço os estudos não rendem da mesma forma? Sem falar no sono depois do almoço, que dificulta, e muito, a concentração. Pois então, o fato é que o que você come tem um impacto enorme na sua capacidade cognitiva.

 

Normalmente, durante a jornada de estudos se consome uma grande quantidade de café e algumas guloseimas, como biscoitos recheados, salgadinhos e chocolate. E quando damos uma quantidade muito alta de açúcar para o nosso corpo, sofremos um efeito rebote. Sabe qual? A sonolência.

Os cereais integrais evitam essa preguiça depois do almoço e, assim, te ajudam a se manter mais alerta. Isso acontece porque as fibras presentes nesses alimentos irão liberar a glicose no organismo aos poucos, evitando um excesso de açúcar. Além disso, a falta de carboidratos prejudica, e muito, a memorização, a concentração e o aprendizado. E como você não vai querer prejudicar esse trio, a dica é consumir arroz, pão e macarrão integral nas refeições principais.

neurociência e alimentação

Outro aliado da nossa memória é o ômega 3, presente em peixes como sardinha, atum e salmão. Mas se você não gosta de peixe, pode recorrer à linhaça.
Os alimentos frescos ou “in natura” são sempre as melhores opções. Mas, nesse caso, é possível lançar mão da sardinha e atum enlatados e conservados no óleo (isso mesmo, não na água) pois nesses, o teor de ômega 3 é melhor conservado. Ah, só não se esqueça de desprezar esse óleo na hora do consumo e de escolher o que tiver menos sódio. 😉

 

Outro grupo de alimentos que não pode faltar na alimentação de um estudante é o das proteínas. Encontradas em carnes, ovos e leguminosas (feijão, lentilha ou grão-de-bico), são fonte de ferro e de vitaminas do complexo B, nutrientes essenciais para a aprendizagem e concentração.
Vale a pena abrir um parênteses e dizer que o ovo de vilão não tem nada: é rico em colina, nutriente que não só participa da formação de novos neurônios, como também ajuda a reparar as células cerebrais, sendo fundamental para a memória e o aprendizado.

 

Esses são apenas alguns exemplos de alimentos que irão ajudar a melhorar o seu desempenho nos estudos. A regra de ouro é: quanto mais nutrientes você der para o seu corpo, melhor o seu cérebro (e todos os outros órgãos) irão funcionar. Ou seja, opte por um cardápio variado, com mais alimentos “in natura” e menos processados (“pacotinhos”).

 

Ficou na dúvida do que comer na hora do lanche? Então dá uma olhada nas sugestões que eu preparei para você:

 

Tá Nutri, mas e o meu café e chocolate que você falou lá em cima? Estão proibidos?

Claro que não!

 

A cafeína é um potente estimulante do sistema nervoso central. Tem efeitos positivos, como aumento da disposição física e diminuição do sono; mas também, negativos pois, em excesso, pode causar danos à memória. Consumir 2 xícaras por dia de café, chá preto/verde e chimarrão irá te ajudar a se manter mais “ligado”.

Já o chocolate, além de também conter cafeína, melhora o estresse pois libera endorfina, o hormônio do prazer. Mas não pense que isso vale para todos chocolates. Esses benefícios a gente encontra no chocolate mais amargo, aquele com 70% de cacau.

 

Mas, como tudo nessa vida, o consumo desses dois alimentos requer moderação. Senão, você vai passar na prova e se dar conta que, além de muito conhecimento, também ganhou alguns quilinhos… Mas isso é conversa para outro post!

 

Enquanto isso, aproveite as dicas e foco total nessa reta final para o ENEM! Falta pouco! Portanto, estude e use a alimentação como uma aliada na sua conquista. 😉

 

E não custa lembrar: na semana pré-prova evite ingerir alimentos que não façam parte da sua rotina. Todo o cuidado é pouco quando se trata de uma prova tão importante como o ENEM.

 

Bons estudos e beijo da Nutri.

assinatura kelly nutricionista

Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Name and email are required