Dracarys! Física e Dragões

física e dragões

O último episódio da temporada de Game Of Thrones foi de tirar o fôlego! Teve de tudo: jogos políticos, traições, romance e, claro, dragões!

Resta agora aos fãs da série, como eu, esperar ansiosamente até 2019 para vermos como tudo vai acabar. Enquanto isso, porque não aproveitar o clima da série para aprender física e arrasar no Enem? Em especial, quero falar sobre dragões! Eu amo dragões! Teria um em casa se pudesse!

Uma das cenas mais impactantes do episódio foi, sem dúvida, o ataque à muralha por Viserion – antigo dragão de Daenerys, agora sobre o controle do Rei Da Noite. Suas chamas foram capazes de destruir por completo um pedaço enorme da Muralha de Gelo. Seria ele agora mais poderoso que seus dois irmãos? Bem, talvez a física nos dê uma pista: a cor de sua chama!

 

dra 2

 

Após renascer pelo poder do Rei da Noite, percebemos que a chama do dragão mudou de cor! Se antes podíamos perceber um tom mais próximo de um amarelo avermelhado, agora vemos que a chama se tornou azul!

Das leis da física, sabemos que a cor do fogo é um indicativo de sua temperatura! Cores mais próximas do vermelho/laranja, tal como em uma fogueira à lenha, indicam uma temperatura menor frente a cores mais próximas do azul, tais como a chama do fogão à gás ou um maçarico de solda.

 

física e dragões

 

Ou seja, valendo-se apenas desse fato, seria no mínimo fisicamente mais confiável acreditarmos que, sim: ao menos no que se diz respeito ao poder de suas chamas, Vyserion seria agora mais poderoso que seus dois irmãos!

Evidentemente, Game of Thrones é um universo-fantasia! O autor da série não tem o menor compromisso em seguir as leis da física ao inventar um dragão. Mesmo porque, se tentasse fazer algo do gênero, teria vários problemas. Na realidade, ter um dragão em seu exército no mundo real seria, por vários motivos, uma péssima ideia.

 

giphy-downsized (2)

 

Um dos problemas seria em função do “Princípio da Conservação de Energia”. Tudo quanto é atividade que fazemos em nosso cotidiano consome energia: caminhar, falar, etc. Mesmo o automático bater do nosso coração ou as atividades do cérebro (esse órgão em especial consome bastante energia), tudo demanda energia, provida basicamente pelos alimentos que ingerimos.

Alguns tipos de tigres – que naturalmente são absurdamente menores do que um dragão como os da série – chegam a comer 45 quilogramas de carne por dia! Eu disse 45 quilogramas de carne! Se um tigre consome isso, quanto deveria comer um dragão, que além de todo seu tamanho ainda voa, cospe fogo e tudo mais?

Seria impossível criar gado suficiente para alimentar um dragão! O ritmo de procriação e crescimento dos animais não atenderia a demanda nem de perto!

 

física e dragões

 

Bem, eu poderia passar mais um milênio aqui divagando sobre física e dragões, mas vocês têm videoaulas do aulalivre para assistir! Por sinal, fica a dica: apesar de eu duvidar muito que venha a aparecer dragões na prova do Enem, conservação de energia é um tema certo e vale a pena ficar ligado!

Além disso, a relação que eu expliquei entre as cores das chamas e suas temperaturas tem várias aplicações em ciência e tecnologia e, como nós sabemos, o Enem adora esse tipo de abordagem na hora de criar questões!

Um forte abraço a todos, Dracarys!

 

Capturar Henrique

No content has been found here, sorry :)

Comments

Deixe uma resposta

Your email address will not be published. Name and email are required